fbpx

Conheça as 3 principais fontes de energia sustentável!

Conheça as 3 principais fontes de energia sustentável

As fontes de energia sustentável são cada vez mais necessárias em nossa sociedade. Elas trazem uma nova forma de colocar tudo em funcionamento e garantem vantagens para pessoas, empresas e meio ambiente.

Inclusive, um dos seus pontos positivos é a versatilidade, já que aparece em diversos tipos. Conhecer esses pontos faz toda a diferença para gerar a aplicação correta e a melhor utilização no cotidiano.

Por isso, veja quais são as fontes de energia sustentável e entenda como elas funcionam!

Afinal, o que é sustentabilidade?

A sustentabilidade prevê o desenvolvimento que atende às necessidades atuais, sem comprometer as futuras gerações. Esse é um conceito definido pela própria Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento da Organização das Nações Unidas (ONU) e que mostra o impacto do conceito na vida das pessoas.

Frequentemente, a sustentabilidade é conectada à preservação e ao cuidado do meio ambiente. No entanto, tal aspecto é apenas uma das partes do tripé do desenvolvimento sustentável.

Ele também é formado pelo fator econômico e pelo social. Então, a ideia é chegar a um modelo de crescimento que leve ao sucesso econômico, mas sem comprometer o meio ambiente e sempre considerando as necessidades sociais da comunidade impactada. Com esse equilíbrio, é possível construir um cenário totalmente sustentável.

E energia sustentável?

A energia sustentável é obtida de fontes naturais e renováveis. Também chamada de energia verde ou renovável, não causa impactos no meio ambiente e, normalmente, utiliza elementos desperdiçados.

É diferente da energia fóssil, que depende da queima de combustíveis e de carvão para gerar os resultados desejados.

Por causa do funcionamento, ela faz parte do contexto de sustentabilidade. Afinal, a sociedade só pode se desenvolver se tiver a energia suficiente para tanto. Com as alternativas sustentáveis, é possível ter maior responsabilidade e desempenho.

Quais são suas vantagens?

O uso das diversas fontes de energia sustentável traz várias vantagens e é por isso que têm sido cada vez mais adotadas. Elas são responsáveis por transformar a forma como a sociedade atua e os impactos que gera. Então, ajudam no alcance do desenvolvimento sustentável.

Para entender como isso acontece, veja quais são os maiores benefícios de recorrer à energia verde.

Diminui o impacto no meio ambiente

Como se trata de uma opção renovável e completamente natural, é possível reduzir e até eliminar os impactos no meio ambiente. Algumas fontes, inclusive, zeram a produção de gás carbônico, que é responsável pelo efeito estufa.

Isso ajuda a proteger a natureza e todos os seus elementos. Como resultado, dá para encontrar o equilíbrio entre ocupação humana e as características naturais.

Melhora a eficiência energética

Outro ponto interessante é que aproveitar as fontes de energia sustentável permite ter muito mais eficiência energética. A aplicação se baseia no uso inteligente de recursos e na redução dos impactos de residências e empresas.

Com eficiência energética, é possível gastar menos energia elétrica. Isso ajuda, inclusive, a obter economia e melhor utilização dos próprios recursos.

Valorização de ativos

A busca por uma sociedade verde e consciente só tem se tornado mais intensa. Ao recorrer às fontes de energia sustentável, dá para aumentar o valor dos imóveis, bem como seu apelo.

Uma casa com sistemas energeticamente eficientes vale mais, enquanto uma empresa com a proposta sustentável tem maior valor no mercado. Com isso, é possível conquistar melhores resultados.

Fornecimento inesgotável

Como as energias são renováveis, significa que elas nunca acabam. Na prática, significa dizer que existe potencial de fornecimento inesgotável. É algo que tem tudo a ver com o conceito de sustentabilidade, já que o pensamento está nas gerações futuras.

Além disso, é uma ótima forma de reduzir os riscos de sofrer com apagões, racionamentos ou dificuldades para atender às necessidades da sociedade.

E as desvantagens?

Ao falar em desvantagens das fontes de energia sustentável, a questão tem muito mais a ver com o processo logístico e com a praticidade. Os maiores desafios estão na transição e na adoção das novas soluções. Mas uma vez que entrem em funcionamento, só têm benefícios.

Mesmo assim, conheça quais são os pontos negativos e que merecem atenção ao falar em energia sustentável.

Alto custo de implementação

Um dos principais obstáculos ainda é o custo. Como depende de algumas tecnologias avançadas, é natural que o preço seja um pouco maior nessa fase de adaptação e transição.

No entanto, isso vem mudando e os recursos são cada vez mais acessíveis. Inclusive, em 2020 já dá para esperar que a energia sustentável vai ser mais barata que a tradicional.

Condições específicas de funcionamento

Dependendo das escolhas sobre as fontes de energia sustentável, é preciso atender a certas condições de funcionamento. Os equipamentos devem ser posicionados de forma específica e dependem de algumas qualidades para atingir máximo potencial.

Isso faz com que nem todo lugar seja adequado para receber certas soluções. No entanto, com as linhas de transmissão e os créditos energéticos, é possível reverter a situação.

Dependência da sazonalidade

E já que essa energia depende de algumas condições, é natural que ela esteja associada à sazonalidade. Determinados períodos do ano e até algumas mudanças climáticas afetam como os resultados são obtidos.

O grande problema é quando existe alguma imprevisibilidade ou comportamento anormal. Isso pode afetar o desempenho e não gerar tantos impactos como o esperado.

Por que é importante criar alternativas?

O uso de alternativas com as diferentes fontes de energia sustentável é uma questão de sobrevivência — para as pessoas e para o planeta. Com uma população que só cresce, há cada vez mais recursos explorados. Para que não ocorra um esgotamento completo, é preciso recorrer a essas fontes e a outras medidas, de modo a alcançar a sustentabilidade.

Além disso, o desenvolvimento de novas alternativas tem a ver com a adaptação às necessidades do mercado e com o uso de tecnologias em evolução. Trata-se, portanto, de um caminho natural.

Quais são as principais fontes de energia sustentável?

A pesquisa e o desenvolvimento de outras possibilidades faz com que surjam novas fontes para a energia sustentável. Há, por exemplo, projetos que tentam captar a força das ondas do mar ou o calor das profundezas de certas áreas no planeta.

Além dessas propostas, há outras que já estão consolidadas e que podem ser muito bem aproveitadas. Por isso, confira 3 fontes que merecem a sua atenção!

1. Eólica

energia eólica

A energia eólica utiliza a força dos ventos incidentes em grandes torres com turbinas especiais. O movimento gera energia e pode abastecer cidades inteiras.

Uma das curiosidades é que essa modalidade pode ser implementada em terra (onshore) ou até no meio do oceano (offshore). O importante é que as turbinas sejam posicionadas em áreas abertas e com vento intenso.

Ela é completamente limpa e bastante eficiente, mas sua maior desvantagem é o custo elevado. Além disso, os parques eólicos ocupam muito espaço, o que pode trazer algumas dificuldades no futuro.

2. Biomassa

energia de biomassa

A energia obtida por biomassa utiliza materiais exclusivamente orgânicos e sua decomposição. Os gases gerados e as novas condições, como aumento de temperatura, fazem com que seja possível captar energia para abastecer certas estruturas.

Curiosamente, o Brasil é um dos maiores produtores de biodiesel e etanol do mundo, o que tem a ver com sua grande produção agropecuária.

Essa é uma modalidade que ajuda até a reduzir os resíduos descartados no meio ambiente e que gera vários produtos. No entanto, precisa de tecnologias e produções específicas, o que nem sempre é viável.

3. Solar

energia solar

A energia solar utiliza a radiação do Sol. Os raios impactam as placas coletoras, que podem fazer a conversão fotovoltaica ou realizar o aquecimento de determinado líquido. Os aquecedores solares, inclusive, podem ser usados em residências, piscinas e empreendimentos.

Essa é uma energia limpa, muito versátil e leva a ótimos resultados. É bastante usada em áreas tropicais, como é o caso do Brasil.

Uma das curiosidades é que, em 1921, Albert Einstein já fazia experimentos ligados ao tema. No entanto, foi apenas nas últimas décadas que a abordagem se tornou aplicável ao cotidiano.

A desvantagem tem a ver com o posicionamento, que é específico. Sem as condições certas de insolação, os resultados não são tão interessantes.

As fontes de energia sustentável ajudam a consolidar uma sociedade mais verde e eficiente. Com o uso adequado dos recursos, é possível obter muitas vantagens e cuidar melhor do planeta.

Para acompanhar outras novidades, fique de olho em nosso blog e confira outros conteúdos!